A função do anticongelante nos circuitos do motor

A função do anticongelante nos circuitos do motor

Imagen: 
Anticongelante Euromaster

Se alguma vez se interrogou como funciona o líquido anticongelante e o sistema de refrigeração do seu carro e não encontrou resposta, está com sorte porque hoje vamos aprofundar as suas principais características. Mas, para isso, primeiro é preciso saber o que é, como funciona o processo e como é que evoluiu com os carros modernos.

Antes de começarmos, gostaríamos de esclarecer que o termo correto para nos referimos ao anticongelante é líquido de refrigeração. Deste modo é mais fácil compreendermos a sua função. Por isso, o líquido de refrigeração não se destina ou é útil apenas quando a temperatura é baixa. Ele também contribui para controlar as temperaturas mais elevadas, uma vez que ajuda a arrefecer o motor do carro.

Com os avanços tecnológicos, os motores dos automóveis são cada vez mais eficientes. Uma das condições fundamentais para conseguir poupar nos consumos de combustível e diminuir as emissões poluentes é fazer o motor do carro atingir rapidamente a temperatura ideal de funcionamento e conseguir que esta varie o mínimo possível assim que esse ponto seja atingido. Para obter isso, os carros possuem modernos sistemas de refrigeração em circuito fechado, no qual circula um anticongelante que ajuda a manter constante a temperatura ao longo de todo o percurso.

Os motores de combustão interna produzem grandes quantidades de calor e, no interior, os cilindros produzem reações exotérmicas. Para que um aquecimento excessivo do motor não resulte numa avaria dispendiosa é preciso extrair esse calor. É para isso que serve um sistema de arrefecimento fechado, composto por um ou mais radiadores e por uma bomba com a função de fazer circular o anticongelante quando existe essa necessidade.

Por exemplo, quando arrancamos com o carro numa manhã fria, a bomba de água evita que o líquido de refrigeração chegue ao motor antes de este atingir a temperatura de funcionamento ideal. Outra técnica utilizada por várias marcas de carros consiste em usar coberturas para tapar parte (ou a totalidade) do radiador quando é necessário, seja para fazer o motor alcançar mais rapidamente a temperatura desejada, como para evitar um excesso de refrigeração em climas mais frios.

O sistema de refrigeração, além de ser constituído por radiador, anticongelante e bomba arrefecimento, pode também dispor de uma ventoinha. A função deste elemento é "forçar" a passagem de ar através dos vários painéis do radiador, de modo a aumentar a capacidade de arrefecimento quando, por exemplo, estamos parados por causa de trânsito.

Como acabámos de referir, é essencial manter todos estes sistemas em perfeitas condições, não só para que não ocorram avarias graves, como também para economizar combustível.

Categorías:

Adicionar novo comentário