Descubra como mudar um pneu

Descubra como mudar um pneu

Title NEW: 
MUDAR OS PNEUS E MONTAGEM DE PNEUS
Imagen: 


A mudança de pneus num veículo é inevitável. Chega sempre o momento em que é necessário proceder à substituição destes importantes elementos, seja por deixarem de apresentar as condições ideais para continuarem em circulação, seja para eliminar riscos de acidente e garantir, desta forma, a inegociável inevitável segurança na estrada.

A necessidade de mudar os pneus do carro pode ser alimentada instigada por diversos fatores ao longo do tempo. Esteja atento aos sinais emitidos e lembre-se de fazer uma inspeção regular ao estado dos pneus para prevenir ocorrências inesperadas. Poderá deparar-se com razões muito fortes para avançar para a troca. Apresentamos, abaixo, as cinco principais:

- Furo. Se o pneu não for run flat, um furo impedirá a circulação e poderá implicar a substituição por um novo. Tudo depende da atuação do próprio condutor perante esta incidência – circular com um pneu furado ou usar kits de reparação provisória reduzem a possibilidade de arranjo – e da extensão da perfuração – não deve ser reparada se for superior a 0,64 cm.

- Danos graves. Se apresenta danos visíveis na sua estrutura, poderá ter de ser substituído. Cortes, deformações, bolhas ou outras anomalias devem ser avaliados cuidadosamente por especialistas. Se a roda do carro embateu com violência nalgum passeio, objeto ou depressão na estrada, procure um profissional para analisar eventuais danos internos.

- Limite de desgaste. Quando a banda de rodagem atinge a profundidade de 1,6 mm, a mudança de pneus deve acontecer. Trata-se de um limite determinado por lei, abaixo do qual a segurança é seriamente posta em causa. A maioria dos pneus possui tacos de borracha rígida na banda de rodagem, que funcionam como indicadores do limite de desagaste.

- Desgaste irregular. Um desgaste anormal do pneu, seja nos ombros, no centro ou comparativamente com o seu par do eixo, pode originar a troca. Deve ser avaliada a dimensão do desgaste e encontrado o motivo deste desequilíbrio – pode estar associado ao estilo de condução, à pressão dos pneus ou a problemas de equilibragem, alinhamento, transmissão ou suspensão.

- Envelhecimento. O envelhecimento dos pneus é demonstrado através de borracha ressequida ou rachada, podendo dever-se ao clima e a inadequadas condições de armazenagem e de utilização. O facto conduz a uma perda de aderência e de eficácia na estrada, comprometendo a segurança. Por precaução, devem ser trocados ao fim de dez anos – verifique a data de fabrico na lateral.

A prevenção pode ser determinante para evitar alguns dos fatores apresentados. Por isso, coloque a inspeção visual dos pneus na sua agenda semanal. Caso necessite de esclarecimentos ou prefira uma avaliação por especialistas, visite um centro de serviço Euromaster. Todas as nossas oficinas do país fazem esse controlo gratuitamente e os nossos profissionais ainda saberão responder à pergunta: quando mudar os pneus?

Como mudar

Quando se dá um rebentamento ou furo na estrada, a assistência em viagem é sempre uma boa opção. Porém, há quem prefira partir para a substituição manual da roda. Se ainda não sabe como mudar um pneu, siga as indicações abaixo para que nada falhe:

1. Numa zona plana e sólida, puxe o travão de mão e engate o carro. Ligue os quatro piscas, vista o colete refletor e sinalize o local com o triângulo a 100 metros.

2. Tire o tampão da roda (se tiver) e desenrosque ligeiramente as porcas com a chave.

3. Coloque o macaco na zona de encaixe e eleve o carro. Depois, conclua o desaparafusamento.

4. Substitua o pneu danificado pelo suplente. Coloque as porcas e aperte-as ligeiramente. Baixe o carro e acabe de aparafusar.

5. Guarde as ferramentas. Lembre-se de reparar ou substituir o pneu danificado.

Se sabe exatamente o que pretende, consulte os pneus disponíveis na nossa loja online. Caso necessite de suporte, entre em contacto ou visite um dos nossos centros Euromaster para obter aconselhamento.