Mudança de óleo: como, quando e onde

Imagen: 
mudança de óleo do automóvel com Euromaster

Para evitar possíveis avarias mecânicas e assegurar o melhor desempenho do motor do seu carro, é essencial cumprir rigorosamente os períodos de manutenção exigidos pelo fabricante. Mudar o óleo é uma operação fundamental na revisão anual ao veículo, uma vez que é responsável pela lubrificação de todos os componentes do motor. Portanto, um elemento vital não apenas para o desempenho, como para prolongar a vida útil do automóvel.

É importante conhecer e respeitar a altura em que devemos proceder à troca de óleo do motor do veículo, já que uma boa lubrificação ajuda também a dissipar o calor gerado pelo atrito durante a combustão. O óleo contribui ainda para recolher todas as impurezas, como pequenas partículas metálicas que se acumulam no motor. Dependendo do tipo de óleo utilizado pelo automóvel, torna-se necessário substituí-lo com maior ou menor frequência. A recomendação habitual é fazer a mudança de óleo a cada 20.000 quilómetros ou pelo menos uma vez por ano. De qualquer forma, é sempre aconselhável respeitar os períodos indicados pelo fabricante do veículo.

Não só devemos mudar o óleo do carro regularmente, como também é preciso verificar com alguma frequência o nível a que o óleo se encontra. Ou seja, a quantidade de óleo que permanece no motor.

Como podemos ver o nível do óleo?

Para saber o nível de óleo no motor, devemos estacionar o carro num local plano e deixar arrefecer o motor. Depois, retiramos a vareta do motor e limpamos todo o óleo que ela tem. De seguida voltamos a introduzir a vareta no mesmo local e voltamos a retirá-la. Só é preciso inspecionar visualmente se a quantidade de óleo que existe na vareta está dentro dos limites cravados no aço. Existem já alguns modelos que não dispõem de tais indicadores de nível, em alternativa, esses veículos incorporam indicadores digitais que avisam o motorista quando a quantidade de óleo é insuficiente.

Se o nível estiver abaixo do indicado, é fudamental colocar mais. Certifique-se de que está a utilizar exatamente o mesmo tipo de óleo recomendado pelo fabricante. Caso contrário poderá alterar as propriedades do mesmo. Se isso acontecer, ele não irá atuar da maneira desejada. Em caso de dúvida nesta fase, ou quando for necessário mudar o lubrificante do seu automóvel, pode visitar o centro Euromaster mais próximo. Lá irá encontrar especialistas que vão aconselhá-lo a encontrar a melhor solução para o seu automóvel.

Não nos podemos esquecer que, quando se efetua uma mudança de óleo, é essencial substituir também o respetivo filtro. O circuito de óleo do motor bombeia cerca de 240 mil litros a cada 10 mil quilómetros, aproximadamente o equivalente a nove camiões cisterna. Como todo este óleo passa através de um filtro, é fácil imaginar a quantidade de resíduos que, com o tempo, se vão acumulando nele. Daí que, se o filtro não for substituído, de preferência quando se muda o óleo, pouco a pouco irá reduzir-se a quantidade de óleo que chega ao motor. E isso pode provocar avarias graves.

Adicionar novo comentário