COMO LER A ETIQUETA EUROPEIA PARA PNEUS?

COMO LER A ETIQUETA EUROPEIA PARA PNEUS?

Imagen listado: 
Body: 

Como já sabemos, desde novembro entrou em vigor o regulamento de etiquetagem de pneus, o qual queremos ensinar-lhe a ler.

O primeiro critério que contempla a nova etiquetagem de pneus é a resistência ao rolamento do pneu, ou seja, a força que se opõe à rotação do pneu e que tem como consequência a sua deformação em contacto com o solo, o que produz por sua vez, maior emissão de CO2 e um menor consumo de combustível.

Para facilitar a leitura desta informação, em cada etiqueta europeia de pneus, há um ícone representado por um pneu e uma bomba de gasolina, com uma classificação de A (menor resistência do pneu), a G (maior resistência do pneu e, portanto, maior consumo de combustível e emissões de CO2) dos diferentes tipos de pneu. Uma boa aderência em superfície molhada, é vital para garantir a segurança na estrada. Por isso, inclui-se na nova etiquetagem de pneus uma classificação em função da sua distância de travagem sobre solo molhado. Neste caso, os níveis que aparecem na etiquetagem, representados por um pneu e um ícone de chuva, vão de A (menor distância de travagem) a F (maior distância de travagem sobre solo molhado).

E o último critério que se contempla na etiqueta para pneus estandardizada é o ruído exterior de rolamento. O ruído de rolamento que, acima dos 50 km/h, supera geralmente o ruído do motor. Este critério virá especificado por um desenho de ondas pretas e o valor expresso em DB (decibéis). Quanto mais alto for o número de decibéis e maior número de ondas negras aparecerem na etiqueta para pneus estandardizada, mais ruidoso será considerado o pneu.